Minhas lutas

17 de março de 2015

Choro pelas lutas sofridas
Que enchem de lágrimas
O bordo do meu amor.
Choro pelas batalhas vividas
Extremas de ódio
Do que eu não sou.

(Tales Mendonça)

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.