A cura da hernia de disco através do ozônio


Este texto ilustra um quadro sério de hernia de disco e, posteriormente, a cura através, e somente, da ozonoterapia.
Descreverei como se fosse uma narrativa, de ordem cronológica, para que entendam tudo o que aconteceu até o alcance da cura.

O Acontecimento

Em fevereiro de 2015 eu estava com um nível de stress alto, pois teria que entregar um livro para a editora o qual acabou atrasando muito. Virei noites em claro escrevendo tentando terminar o quanto antes, ficando muitas horas sentado somando à carga de stress, foi o bastante para uma noite, ou melhor dizendo, madrugada, e fui dormir com certa dor na lombar. Era um incômodo gradativo e por eu já apresentar hérnia de disco, desde de 2012 – apesar de nunca me impedir de fazer nada, muito menos de jogar tênis –, achei que passaria, mas não passou. Deitei para dormir mais cedo esse dia, por volta das 3h da manhã e sentindo muita dor.

Por volta das 4:30h acordo para ir ao banheiro urinar e já na tentativa de levantar sinto uma dor muito grande, mas consigo chegar ao banheiro e quando vou agachar para levantar a tampa, sinto uma dor como nunca antes tinha sentido na minha vida, minha visão escureceu e eu senti que estava a um fio de desmaiar, mas com muito custo fui me arrastando para o meu quarto, chegando lá não consegui me sentar na cama, acabo caindo sobre ela com uma dor terrível. Nessa hora, grito por minha irmã – pedindo por socorro – que estava dormindo no quarto ao lado. Ela acorda para ver o que tinha acontecido e a cena era: eu deitado na cama, não sentindo a minha perna direita e desesperado com pensamentos negativos com medo de não mais andar. Sei que isso pode parecer um exagero e sem entrar muito em detalhes, quando eu era mais novo já desejei não ser gago e preferi não ter as pernas. Sei que isso é um tanto absurdo, mas não vou entrar nesse assunto, só posso dizer que hoje arrependo amargamente por ter dito tais palavras e que sou imensamente grato por ser quem sou, do jeito que sou e o que sou!

Eu não sabia o que me esperava, o que estava por vir, mas hoje percebo que tudo que passei foi uma prova, um teste como tantos que passamos pela vida. As dificuldades que passo, procuro sempre encará-las, enfrentar os problemas e sempre tentar aprender com os erros, tirar algum proveito.

Pedi a minha irmã que ligasse para o SAMU e me pegasse em casa, pois eu estava sentindo muita dor, não sentia a perna direita e não conseguia andar. Foi a primeira vez que fui levado de ambulância para um hospital.

O SAMU chegou, vieram dois homens, me ajudaram a sair da cama e chegar até a ambulância, o que acabou levando alguns minutos. Eu não dispunha mais de um plano de saúde, então fomos para o “maravilhoso” hospital público, HPS de Juiz de Fora. Por sorte, ou azar, tinha um ortopedista de plantão. Chegando ao HPS me colocaram em uma cadeira de rodas, pois como dito acima, eu não conseguia andar. Levaram-me para dentro do hospital, aonde fiquei na fila esperando ser atendido.

Passado algum tempo fui encaminhado para o tal médico, e ainda tirei forças para discutir com ele sobre auto-hemoterapia, de um lado eu defendendo e do outro, ele, debochando da minha cara e dizendo que era médico a 35 anos e hérnia de disco só se resolve com operação. Disse que eu achava que sabia de algo só porque tinha olhado na internet. Bom, esse é o nosso SUS, ao menos a minha experiência. O médico me passou um analgésico forte na veia que demorou algumas horas para amenizar a dor, pois passar, estava longe de passar. Também chegou a me receitar um analgésico tarja preta em comprimido.

Abro um parêntese para dizer que preciso escrever um artigo falando a minha opinião sobre médicos, mas posso resumir dizendo que 1% são valiosos e realmente estão empenhados em estudar, aprender sempre e buscar tratar a causa dos problemas, com objetivo de atingir a cura. Os 99% que restam só servem para preencher o ego e manter o status. Reforço a dizer que essa é a minha opinião e não terá uma abordagem profunda neste texto.

Passado todo o sufoco, como havia dito anteriormente, eu não sabia o que estava por vir, estava iniciando uma etapa que, de certo modo, mudaria a minha vida, meus conceitos e quem eu sou, de uma forma brusca, mas que me trouxe inúmeros benefícios como pessoa e me proporcionou ajudar muitas outras. Possibilitou-me estudar mais sobre a área da saúde e tentar entender um pouco sobre o processo chamado vida!

Uma semana depois, em casa, sentindo dor e estando mais sozinho, fui atrás de um osteopata para colocar minha coluna no lugar, pois sabia que as vértebras tinham rodado, ou girado. Eu estava com um lado do quadril com mais de 10cm de diferença do outro. Sobre a osteopatia, eu já conhecia a muitos anos e já cheguei a fazer tratamento por um longo período, pois eu tenho frouxidão ligamentar em todo o corpo e existem algumas partes que possuo uma maior flexibilidade, uma delas é na coluna.

A osteopata que fiz tratamento por muito tempo não tinha vaga, então fui para a internet procurar por alguém, achei um sujeito que não recomendo nem para o meu pior inimigo, porém como eu estava sentindo muita dor, resolvi arriscar. Deixo um ressalvo, além da pessoa que me atendou ser um péssimo profissional, ainda me cobrou caro.

Com muito custo, saí de casa e fui andando bem de vagar até chegar ao ponto de ônibus. Só consegui andar, quase me arrastando, pois tinha tomado um analgésico. Entrei no ônibus e fui até o tal osteopata. Quando estava chegando ao centro da cidade, minha pressão caiu muito, comecei a passar muito mal e o motorista do ônibus queria deixar os passareiros e me levar para o hospital, eu disse que não, só precisava melhorar um pouco. Tentei ligar para a minha irmã, mas meus dedos não fechavam, parece que tive algum tipo de paralisia e por pouco não desmaiei. Sobre o osteopata nem convém contar, mas confesso que ele não colocou minhas vértebras no lugar, apenas aliviou momentaneamente um pouco os sintomas.

Minha batalha agora seria encontrar um profissional bom, e quando um amigo me liga para perguntar como eu estava, comentei com ele se conhecia algum osteopata e me passou o nome de um, Edson Oliveira, e me disse ser o melhor de Juiz de Fora. Bom, lá fui eu com esperança de que voltando minha coluna para o lugar, já teria alívio imediato.

Posso dizer, sem dúvidas, que foi o melhor osteopata que já fui até hoje. Ele me olhou, me colocou na maca, fez as manobras e realmente senti um pequeno alívio, pois as vértebras já estavam em seus devidos lugares. Ele me disse que tinha prejudicado o nervo e me passou um complexo de vitamina B12 para agilizar no processo de cicatrização. Cheguei a fazer algumas sessões com ele, pois nesse tempo de dor, comecei instintivamente a forçar mais um lado do meu corpo e minhas vértebras acabavam girando e eu sentindo mais dor. Foi aos pouquinhos, já tinha passado uns dois meses e eu já estava andando melhor, mas nada de pegar peso. Porém o pior ainda estava por vir!

Devido a um problema no fígado e não poder tomar medicamentos alopáticos, pois praticamente qualquer droga me faz mal, ficava com uma grande tensão sobre como eu poderia aliviar a dor sem as drogas alopáticas.

Chegou um momento que a osteopatia não estava mais dando conta e resolvi procurar um ortopedista, Igor Leitão, conhecido, que já tinha feito um tratamento antes e foi muito satisfatório. Logo de cara ele fez alguns testes comigo e disse que eu tinha perdido um pouco da sensibilidade na perna direita, me pediu uma ressonância magnética para analisar como estava a minha coluna.

Dois dias depois volto ao consultório com a ressonância, ele tira para olhar e leva um susto, disse que era uma das hernias maiores que tinha visto e me encaminhou para três neurocirurgiões. Disse que não era a especialidade dele, mas que muito provavelmente o meu caso se enquadraria nos 5% que precisam ser operados.

Saí do consultório sem autoestima e extremamente mal. Lembro-me que cheguei a sentar na calçada e não conseguia ver um bom futuro, já me imaginava em uma cadeira de rodas.

Cheguei em casa, escaneei a ressonância e enviei para meu tio, anestesista, e pedi para que conversasse com os amigos médicos, e um amigo neurocirurgião disse que meu caso era de operação, ou seja, confirmando o que o ortopedista tinha dito e me deixando muito mal.

De algum modo, como sempre fiz em minha vida, sozinho, arrumei forças para encontrar um tratamento alternativo.

Como não tinha mais resultados com a osteopatia, a hernia parecia ter piorado e a dor aumentada. Eu tinha um livro para terminar, não conseguia dormir por causa da dor, então aproveitei o tempo que fiquei acordado para pesquisar e estudar tratamentos alternativos, o que me fez chegar na ozonoterapia.

Fiz uma escolha na minha vida! Já que os medicamentos alopáticos me deixavam muito mal, tendo: muita náusea, tonteira, vômitos… ou seja, eu quase não saía da cama, então resolvi não tomar nada e ficar sentindo dor, ao menos minha mente estava boa, eu podia produzir escrevendo e pesquisar uma solução para o meu problema. Fiquei 3 meses dormindo muito mal, no máximo 2h por dia, sentado em uma poltrona, e isso apenas porque o sono e o cansaço eram maior que a dor. Nesse período cheguei a emagrecer e perder muita massa muscular na parte direita inferior do corpo.

As pesquisas que fiz durante alguns meses me trouxeram esperança, pois a cura da hernia de disco através da ozonoterapia eram relatadas em milhares de casos.
O mais interessante é que o procedimento é simples, sem efeito colateral e barato, por esse motivo não é legalizado no Brasil. Acho que seria legalizado caso não fosse curativo, caro e com dezenas de efeitos colaterais.

A ozonoterapia é reconhecida pela comunidade científica há mais de 100 anos em diversos países, tanto de primeiro mundo quanto de terceiro mundo possuem uma adesão muito grande. Porém essas informações ficarão para a segunda parte sobre a cura, a qual irei esmiuçar tudo sobre o ozônio e o seu funcionamento.

Todas as pesquisas que fiz, mais de 99% eram fora do Brasil, profissionais aqui com experiência e dedicação a ozonoterapia são mínimos.

Cheguei a entrar em contato com um médico argentino. Vi uma entrevista que ele deu em um canal de televisão, consegui o e-mail pessoal dele e mandei um e-mail contando o meu caso junto com minha ressonância. Lembro que enviei o e-mail no sábado a noite e no domingo de manhã ele já tinha respondido o e-mail, veja na íntegra o e-mail que me foi enviado:

“HOLA TALES… MUCHO GUSTO EN CONOCERTE,,,VI TU RESONANCIA TU DISCO ES MUY CLARO…EL TRATAMIENTO QUE ES LA DISCOLISIS CON OZONO, ES UN INTERVENCION QUE SEA HACE GUIADA CON TOMOGRAFIA COMPUTA , ES AMBULATORIO I CON ANESTESIA LOCAL..EL 99%DEL RESULTADO ES LA INTERVENCION, EL RESTO ES UN APOYO PARA QUE SE HACELERE LA MEJORIA …. MUCHOS SALUDOS”

Como pode ser lido no e-mail acima, existe um tratamento próprio para hernia de disco com ozônio. Esse tratamento consiste basicamente em usar uma máquina de ultrassom para guiar a introdução de uma agulha, até o núcleo do disco, na qual é injetada o ozônio. De acordo com a entrevista que eu assisti desse médico, em até 6 semanas o paciente está totalmente curado e com o disco regenerado. Na primeira semana o paciente não sente mais dor. Todo o procedimento é feito em meio ambulatorial e apenas com anestesia local.

O problema que não encontrei um médico no Brasil que faz tal procedimento e já estava buscando juntar dinheiro para ir à Argentina para realizar tal procedimento. O Dr. Helarf Felix Rivas Diaz é um neurocirurgião e tem mais de 30 anos de experiência com o tratamento de ozônio para hernia discal.

No vídeo a seguir pode-se ver o Dr. Helarf explicando o funcionamento sobre o tratamento com ozônio para hérnia discal:

Foi em junho de 2015 que descobri um médico especializado em ozonoterapia em Juiz de Fora, através de um amigo da minha irmã. Porém foi apenas depois do dia 10 de junho que consegui uma consulta com o médico Geraldo Furtado Lamas, e a partir daí iniciou-se uma dedicação entre médico e paciente com objetivo de cura. Eu acabei sendo um paciente para estudo, pois ele nunca tinha tratado alguém com uma hernia de disco tão grande.

Inicialmente começou a tratar com injeções subcutâneas de ozônio e confesso que no início cheguei a ficar um pouco desanimado, pois o alívio sentido era muito pequeno. Porém eu ainda tinha uma esperança de cura e com muitas pesquisas feitas, vi que era possível.

O Tratamento

O tratamento se deu início no meio de junho e durou cerca de três meses, foi aonde eu repeti a ressonância magnética da coluna lombar.

Inicialmente, comecei a receber injeções de ozônio com uma agulha subcutânea, onde a melhora era quase insignificativa, o que me deixou o pouco frustrado. Porém, quando recebi a minha primeira aplicação para vertebral – com uma agulha maior – foi que tive um grande alívio, o que fez mudar o meu semblante quase de imediato, pois o efeito do ozônio é quase instantâneo.

Observação: Antes do ozônio, cheguei a tomar uma injeção de corticoide na coluna e o alívio foi praticamente nulo.

A cada nova aplicação, realizada uma vez por semana, sentia-me mais aliviado e confiante para a cura. No início o objetivo era não sentir mais dor e um almejo grandioso por uma boa noite de sono, o que aconteceu logo no início do julho.

Fiquei muito restrito com os meus movimentos e aos poucos fui pegando confiança e andando melhor. No início minha perna direita mal alcançava um passo. Também não consegui mais flexionar o tronco em direção aos pés, abraçando os joelhos, sendo que era algo que sempre fiz com muita facilidade.

Três meses após o início do tratamento, voltei a jogar tênis – esporte que pratiquei por uma vida – e não senti mais nenhum desconforto. O meu prazer maior passou a ser caminhar, não importa o quanto longe fosse, eu ia andando.

Há pouco tempo voltei a correr e estou ótimo, me considero completamente curado, sem nenhum tipo de dor.

Fiquei por muito tempo com uma sensibilidade reduzida que, primeiramente, ia da minha coxa até os dedos do pé, depois passou da panturrilha até os dedos do pé, até chegar a ficar apenas em alguns dedos do meu pé direito para depois desaparecer por completo.

Concluo dizendo que deixei de gastar um valor considerável em uma cirurgia, com riscos e pós-operatório complicado, tendo que ser medicado, para realizar um tratamento simples, indolor, e sem efeitos colaterais.

Infelizmente, assim como toda a corrupção que existe neste país o qual não tenho nem um pouco de orgulho de dizer que sou brasileiro, a ozonoterapia ainda encontra barreias por meio da ANVISA para ser liberado. Creio que qualquer ser pensante existente neste país pode chegar as conclusões obvias do porque tudo que é barato, sem efeitos colaterais é ilegal aqui.

Segue os resultados dos exames realizados antes e depois do tratamento com ozônio:

Ressonância antes do tratamento:
ressonancia-lombar-antes

Laudo da ressonância:
ressonancia-tcr

Ressonância depois do tratamento:
ressonancia-lombar-depois2

Laudo da ressonância:
ressonancia-hu

O Que é o Ozônio

O ozônio é um gás instável, de cheio forte, cor azulada, e nocivo para os seres vivos. Está concentrado em maior quantidade na estratosfera, onde é produzido. O seu símbolo químico é o O3, representado por ligações de oxigênio. A única forma nociva do ozônio, para os seres humanos é através da inalação (via respiratória).

Sua composição química é formada por uma molécula de ozônio composta por três átomos de oxigênio que se forma quando as moléculas de oxigênio se rompem devido à radiação ultravioleta ou descarga elétrica e os átomos separados combinam-se com outras moléculas de oxigênio.

A Ozonoterapia ou Ozonioterapia

A ozonoterapia é uma terapia segura, eficaz e com um ótimo custo-benefício, possuindo comprovação científica há mais de cem anos.. É a mais segura das terapias médicas, tendo uma porcentagem de segurança de 0,0007%. Não existe nada na medicina tão seguro como a terapia com o ozônio.

É eficaz em mais de 262 enfermidades, segundo Saul Pressman, P.h.D. Lembrando que essas 262 enfermidades foram comprovadas cientificamente, isso não impede que seja eficaz para outras enfermidades.

Segundo o dr. Lair Ribeiro, a ozonoterapia reestabelece o estado de equilíbrio do corpo, podendo ser usado em qualquer condição médica, independente do diagnóstico. Um exemplo que pode ser citado é Cuba, um país onde todos os hospitais públicos tratam qualquer enfermidade com ozônio.

Atualmente, a terapia com ozônio é aprovada nos seguintes países: Alemanha, Bulgária, Canadá, Cuba, França, Hungria, Itália, Israel, Japão, México, Polônia, Rússia, EUA (em mais de dez estados).

O ozônio utilizado na medicina é criado, produzido, a partir de uma máquina – um gerador que converte moléculas de oxigênio medicinal em ozônio. Por ser um gás muito instável, normalmente obtém-se uma mistura constituída de 98% de O2 (oxigênio) e 2% de O3 (ozônio).

  • Gleiciane Ferreira Pires

    Tales muito obrigada pelas informações e pela atenção via e-mail. Foram de grande ajuda. 🙂
    Abraços

    • O prazer em ajudar é meu… sinto gratificação por isso..

      Grande abraço!

  • Luiz Orlando Caiuby Novaes

    Tales boa tarde,

    Li seu relato, bem interessante, sou portador de hérnias de disco, L4-L5, L5-S1, buscando tratamentos alternativos tentando evitar uma cirurgia. Gostei muito da alternativa com ozônio, e pesquisei bastante aqui por São Paulo, porém sem sucesso em encontrar algum médico especialista.
    Você teria e poderia me passar contato telefônico/e-mail do médico que te operou? Gostaria de pedir uma ajuda a ele na busca de um especialista em SP.
    Obrigado

    • Olá Luiz,

      Na verdade não foi uma operação, foram aplicações de ozônio para-vertebral.
      Eu aconselho a você fazer diferente, entre em contato direto com a ABOZ que irão te passar uma lista de médicos da sua cidade que tratam com ozônio ai você pode entrar em contato com os médicos, o site: http://www.aboz.org.br/

      O contato do Geraldo é: 32 3217-0859

      Abraço e melhoras!

      • Luiz Orlando Caiuby Novaes

        Tales boa tarde,
        Muito obrigado pela informação; vou procurar sim a ABOZ.
        Abraços

      • Denis André de Oliveira

        qual foi o valor das aplicações paravertebrais de ozônio?

        • Olá Denis, 150 reais cada sessão.
          Abraço!

          • Denis André de Oliveira

            Obrigado, o paravertebral é a mesma coisa da discolisis? você leva uma vida sem dor lombar agora?

          • Não Denis,

            A discoliose a aplicação é feita dentro do disco, é a melhor que tem e faz apenas uma vez. Veja aqui: https://www.youtube.com/watch?v=4VI9upx9Hl0

            Nunca mais tive dores, vida normal, já voltei a correr, jogar tenis…

          • Denis André de Oliveira

            Obrigado, abraço!

          • Vai relatando como está sendo sua trajetória aqui, assim por ajudar mais pessoas! 😉

          • Denis André de Oliveira

            Vou relatar semanalmente. Eu, sinceramente, não sei o tamanho da agulha. Mas acho que é a 30×7 pois o médico pediu pra enfermeira a maior pra chegar mais próximo aos discos.

          • Depois procura saber e relata aqui! Sobre o médico, quem é, aonde encontrou ele e o que está achando?

          • Denis André de Oliveira

            Fiz ontem outra aplicação: A agulha é a 30×7, encontrei o médico enviando email para a ABOZ, mas, como ele é um endocrinologista, ele não aceitou fazer, precisei apelar para um contato que era próximo a ele, que me fez assinar um termo de responsabilidade da ozonoterapia, disse que não poderia fazer propaganda do procedimento ou mesmo citá-lo publicamente com relação ao tratamento por temer represálias. Acho que isso já evidencia a máfia da saúde que assola o Brasil. Por isso, vou guardar sigilo do nome do médico. Em relação a valores, ele não me cobrou consulta, apenas o que chamam de “procedimento” quando chego até a clínica em que atende, as secretárias dizem: o seu é o “procedimento”. Pago 120 reais apenas por aplicação. Tive um melhora da inflamação ciática de uns 30% até agora em 2 aplicações, sendo que nessa segunda aaplicação, a dosagem foi maior, senti uma leve irritação na garganta após algumas horas, que não sei se foi devido ao ozônio, sensação que já passou, após 12 horas. Ainda tenho dores quando fico muito tempo sentado e ao me levantar sinto a irradiação, porém ela não é mais constante e intensa, sinto dores musculares próximo à aplicação das injeções, que duram uns 2 dias, mas nada muito dolorido. Marcarei nova aplicação depois do dia 2 de janeiro. E continuarei relatando para seus leitores.

          • Denis André de Oliveira

            De volta aqui, Tales, para relatar o tratamento. Estou na terceira aplicação, ainda sinto dores para sentar, diria que tive uma evolução mecânica boa na perna esquerda, mas a inflamação ciática ainda está forte. Sobre o procedimento em si: fica com gás, com a pele como se estivesse inflada por um dia após a aplicação paravertebral. A quantidade recebida até aqui foi de 8 gamas, a partir da próxima semana subirá para 15 gamas. Também tenho estudado casos reais, encontrei alguns na Itália, já que lá é regulamentado, vou compartilhar uma foto de um caso italiano aqui com seus leitores. Obrigado! https://uploads.disquscdn.com/images/8da3acad0d7f1eaecfb31ea43a37fc7c524c67287983844b054eea0dd8787546.jpg

          • Nossa, essa hernia a pessoa nem andava, compressão total do raiz do nervo ciático. Imagino a dor.

            Continue com o tratamento que terá ótimos resultados.
            Essa pessoa da ressonância é muito provável que esteja acima do peso e andava curvada pra frente, ou passava muito tempo senta. Quase não há curvatura da coluna lombar.

          • Denis André de Oliveira

            Impressionante esse caso italiano mesmo! Comecei sábado a tomar vitamina B12 para recuperar mais rápido o nervo ciático, parece que ajudou.
            Obrigado pela força! E uma dica para quem quiser achar ressonâncias com recuperação ou cura é digitar no google italiano: “ossigeno ernia”

          • Eu também cheguei a tomar, ajuda na recuperação do nervo aonde foi lesionado.

            Obrigado pelas dicas,
            abraço!

          • Denis André de Oliveira

            Eu que agradeço! Quanto tempo levou para seu nervo desinflamar de vez principalmente ao se sentar? Abraço

          • Você diz quando comecei a fazer o tratamento com ozônio? acho que depois de 1 mês mais ou menos.

          • Denis André de Oliveira

            Sim, depois da quarta aplicação paravertebral então?

          • Antes da para-vertebral eu fiz várias subcutâneas, várias mesmo, teve semana que fiz todos os dias, mas quando tive a primeira aplicação de para-vertebral, senti uma grande diferença. Não lembro quantas foram aplicadas, mas vou procurar saber.

            Mas no início eu fazia umas 2 por semana de para vertebral, então foi um pouco mais…!

          • Denis André de Oliveira

            Eu estou fazendo apenas uma para vertebral por semana. Obrigado! Abraço!

          • Denis André de Oliveira

            Olá, Tales e leitores, fiz dia 19/01/2017 a quinta aplicação de ozônio, a dose foi ainda maior, de 20 gamas, semana anterior, fiz de 15 e nas outras de 8 gamas; a injeção doeu muito mais nessa concentração; o médico chegou cogitar o uso de xilocaína na pele para aliviar a dor antes de injeção; mas depois, ele disse que talvez use doses mais baixas apenas. Contudo, o resultado foi imediato, logo ao sair da clínica consegui dirigir sem dor, após 4 meses, pela primeira vez, estou conseguindo dirigir sem sentir nada no ciático. Conclusão da história: vale a pena aguentar um pouco mais de dor porque o resultado da quantia em 20 gamas é milagrosa. Abraço!

          • Obrigado pelo relato e fico feliz que esteja bem melhor. A cura é real e funciona, mais um está sendo beneficiado, pena que no braZil, ainda é proibido ozônio e só pode ser usado com consentimento médico. Conversei com o médio, ele aplicou 10 gamas em mim.

            Pergunte ao seu médico se ele usa os padrões de cuba para aplicação, mas pelo que você me disse parece que sim.
            Eu já até esqueci que tive hernia de disco, faço tudo hoje em dia… ando muito a pé, compro muita coisa, ando com peso e estou ótimo!

            Depois que curar, você poderá até praticar mortal B-)

            Abração!

          • Denis André de Oliveira

            10 gamas, sendo 2 x por semana no seu caso. O dr Carlos Heitor Piolli, de Campinas, naquele famoso vídeo sobre o caso do jardineiro do alemão, diretor de uma empresa no Brasil, que está no youtube, fala que antes, ele aplicava 20 gamas, mas que era uma quantia absurda, usava a xilocaína por isso; mas que no ambulatório popular que tem em Campinas, hoje, ele aplica 8 a 10 gamas, que o segredo é realmente se aproximar dos discos, com uma agulha potente para não deixar o gás dispersar pelo corpo. Sobre o método cubano, não conheço, é de quantidade progressiva? Realmente seu caso é inspirador e o fato de levar uma vida normal hoje, tem motivado a mim e a outras pessoas. Nem preciso de mortal, conseguindo praticar um futebol, tênis, ping-pong já me dou por satisfeito. Abração!

          • Sim, o problema é que a maioria dos médicos tem medo de usar uma agulha maior na coluna. Meu tio a anestesista e já conversei com ele sobre os riscos. Acho que o ideal seria fazer até com um anestesista do que um neurocirurgião, que é especialista nesses casos. O problema que não estão interessados, pois ganham pouco, preferem operar pois o lucro é bem maior. Encontrar um profissional bom é algo raro. Medicina é o curso mais concorrido que tem e tenho certeza que a maioria está pouco se lixando em salvar vidas ou curar, quer status e ficar rico. Tem cada açougueiro por ai que é foda!

            Bacana, você também é tenista, eu estou afastado, mas 3 meses depois que fiz o tratamento joguei uma partida de tênis, ganhei e teve até Grand Willy B-)

            Ter uma vida normal é mais barato que imaginamos, mas a industria farmaceuta e de médicos sem éticas não querem isso.
            Eu já calculei, o custo de uma aplicação de ozônio é menos de 3 reais, sabia disso? Tem médico cobrando 300, 500, 800.. Tudo bem que ele estudou, ou ao menos deveria, mas acho isso um absurdo. Então volto a dizer, médico, em geral, não está preocupado em curar ninguém, o objetivo principal é lucrar e se der ajuda alguém.

            Depois dê uma lida nesses dois textos que escrevi e nos comentários:
            https://talesam.org/2016/05/28/omeprazol-o-preco-que-sua-saude-paga-ao-utilizar-esse-remedio/
            https://talesam.org/2015/11/17/esofagite-grau-2-refluxo-azia-e-a-cura-atraves-do-limao/

            Abraço!

          • Mario Akita

            Olá Denis,
            Li o seu caso e passo por uma dor parecida. Fiquei interessado em ozonoterapia. Como se recuperou depois das sessões? Poderia indicar o profissional que fez o seu tratamento de maneira privada?

          • Denis André de Oliveira

            Eu ainda não me recuperei, Mario, estou em nova crise.

          • Eliane

            Tales vi seu relato e achei interessante, minha mãe também esta fazendo o tratamento em Juiz de Fora com ozônio para artrose no quadril e joelhos, só que com outro médico não é que você citou. A aplicação dela é na articulação. Faz uns 50 dias que começou o tratamento, quanto ao joelho eu já notei que deu uma melhora boa mais o quadril ainda bem complicado. Alguns ortopedistas querem que ele opere para colocar a prótese no quadril mais ela é idosa 80 anos ficamos com muito receio. Você tem informação se com relação ao quadril a ozonioterapia leva mesmo um tempo maior para dar resultado

          • Olá Eliane,

            Cada caso é um caso, mas o ozônio é muito bom sim… porém depende de vários fatores. Não adianta apenas atacar os sintomas, tudo está ligado, alimentação, medicamentos…
            Depende da dose de ozônio que está sendo aplicada, você sabe? Geralmente é dada em GAMAS.
            Ozônio associado com PRP talvez seria melhor no caso dela.
            Abraço!

          • Denis André de Oliveira

            Tales, eu aqui de novo! Hoje entrei em contato com a ABOZ e eles me passaram a lista dos médicos que fazer a ozonioterapia e são credenciados por eles aqui em São Paulo. Na minha cidade, dos médicos que fazem, só encontrei uma neurologista que está credenciada pela ABOZ. Parece que tem a questão do gerador correto, é muito perigoso fazer com outros geradores pelo que li. Você conseguiu pela ABOZ o contato do seu médico também? Obrigado novamente!

          • Na época sim! Mas ele saiu da ABOZ. Porém não há mistério. Existem várias máquinas certificadas para uso medicinal que gera o ozônio. Usa-se um cilindro de oxigênio ligada a máquina que vai converter uma porcentagem de oxigênio em ozônio. É basicamente isso.

          • Denis André de Oliveira

            Olá, Tales, Semana passada fiz a primeira aplicação paravertebral, amanhã farei a segunda. Meu nervo estava muito inflamado, mas estou otimista com os resultados.

          • talito

            Nossa, que bom, fico feliz por você, consegui encontrar um médico que faça aplicação para vertebral, isso é bom!
            Qual agulha ele está utilizando em você? 25×7, 30×7?

          • Nossa, que bom, fico feliz por você, consegui encontrar um médico que faça aplicação para vertebral, isso é bom!
            Qual agulha ele está utilizando em você 25×7, 30×7?

  • Dione de Oliveira Vilels

    Obrigada por seu testemunho Tales. Recebi indicação de ozonio terapia de um neuro cirurgião aqui de Brasilia. Cofesso que estava meio insegura. Mas seu relato deu-me muito ânimo. Sou de Juiz de Fora, mas moro em Brasilia. Devo fazer o procedimento na semana que vem. Espero q assim consiga me livrar de tanta dor.

  • Lucas Julidori

    Ola Tales!
    Gostei muito dos detalhes do tratamento.
    Estou novamente numa crise aguda de hérnia de disco e outras complicações ligadas e esse problema que carrego há tempos.
    Como faço pra entrar em contato contigo ou diretamente onde fez o tratamento?

    • Olá Lucas,

      Pode conversar por aqui mesmo, é bom que beneficia outras pessoas!
      O tratamento eu fiz em Juiz de Fora, mas qual cidade você reside?

      • Lucas Julidori

        Sou de Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas.
        Estava pesquisando sobre o assunto pois um amigo veio em minha casa trazendo um contato de um médico/consultório que está fazendo o tratamento na minha cidade, qual ele fez recentemente para um outro problema.
        Foi diagnosticado com 3 meses de vida há uns 6 meses e no momento está normal e trabalhando.
        Você poderia passar o contato desse local?
        Amanha irei conversar com este médico e provavelmente levantarei mais dúvidas.

        • Claro, passo sim…
          Dr Geraldo Furtado Lamas
          Telefone: 32 3217-0859

          Abração!

          • Lucas Julidori

            Tales, tudo bem?
            Sobre a questão que você menciona do início das aplicações serem subcutâneas e depois paravertebral e a diferença de resultado entre elas, poderia me explicar um pouco mais?
            Sinceramente, além do interesse da melhora, surge uma questão do medo de tal procedimento.

          • As sub-cutânea não são muito usadas para esse procedimento, o ideal é fazer com uma agulha 25×7 ou 30×7, a 2cm da coluna vertebral aplicando de 5ml de cada lado.
            A dosagem de gamas varia de 10 a 20, sendo que quando mais alta, mais dói, porém a cura é mais rápida. O interessante é fazer intra discal para hernia de disco, pois faz apenas uma aplicação. Mas aqui você obtém a cura. Eu não fiz nenhuma sessão de fisioterapia. Hoje tenho vida normal, sem dor, nem incômodo nem nada!

          • Lucas Julidori

            Tales, desculpe se for muitas perguntas.
            Você chegou a fazer intra discal ou somente com a agulha maior, além das subcutâneas?
            No caso da intra discal, segue o mesmo formato do “bloqueio” com corticóide com anestesia, ultrassom etc ? (que não me interessa no momento)
            Estou até pensando em ir na clínica que indicou. Liguei lá e tirei umas dúvidas.
            Na minha cidade tem, porém, ainda não consegui levantar os detalhes e relatos se alguém já fez pra hérnia de disco.

          • A intra-discal é apenas anestesia local. Veja o vídeo a baixo, mostra como é feita! Eu não cheguei a fazer, era a que eu gostaria de ter feito, mas não fiz essa.
            Mas aplicação para-vertebral é bem eficaz, não são todos locais que fazem.

  • Aparecido

    Olá tales como e aplicação para vertebral

    • Olá!
      Ela é basicamente feita com uma agulha 25×7 ou 30×7 a 2cm da coluna vertebral, aplicado dos lados entre a coluna.

  • Aparecido

    Olá tales como e a aplicação para vertebral , sabe. Quanto custa, obrigado.

    • O valor varia muito de médico para médico. Aonde eu fiz a sessão era 150 reais, não sei se é mais esse valor, já tem um tempo! Também não sei se faz mais para-vertebral. Alguém médicos tem receio de pagar algum nervo, pois mexer com a coluna vertebral não é algo simples!

  • E AGORA.

    como me identifiquei por aqui em quase todos os posts, tenho esse problema também, quando fico muito em tempo de pé ou quando vou me agachar..meu deus, como doi.
    vou buscar informações na minha cidade sobre o ozônio. grata.

  • Juliana Zanão

    Obrigada pela atenção Tales, estou com uma superbactéria e vou fazer uma consulta com a Dra Maria Gadelha semana que vem, já internei 2 vezes e a “bendita” não sai estou confiante que desta vez ela irá sair com esse procedimento, pois não posso tomar antibióticos porque tenho glomerulonefrite crônica. Fé em Deus!

  • Nágila Thomaz

    Tales tudo bem? Não sei se irá ler, mas me identifiquei muito com seu caso. Se tivesse lido antes, não teria apelado pra cirurgia. Fui submetida a uma discectomia L5 S1, minha hernia era extrusa e era muito grande, como a sua. Fazem 8 meses que operei, e hoje infelizmente as dores estão voltando, o pilates não me ajudou, estou sentindo todo o desespero daquela dor insuportável e incessante. Não sei o que fazer, não quero voltar no ortopedista pois sei que ele irá cogitar até um pino e fusão dos discos. Queria saber pela sua experiência, se pessoas ja operadas como eu, mas com hernia reincidindo, tem chances de melhorar com a ozônioterapia?

    Se puder me responder por email

    [email protected]

    Muito obrigada

    • Olá Nágila,

      Seja muito bem vinda!
      Não apenas melhorar, mas curar-se. Cirurgia de hérnia de disco é a coisa mais sem sentido que exite como qualquer tratamento alopata. Se uma torneira está pingando, você não resolve coloca colocando um balde em baixo, pois um dia ele vai encher e transbordar, foi o que aconteceu com você.

      Recomendo fazer tratamento com ozônio e dependendo do seu caso, conciliar com RPR (Plasma Rico em Plaquetas). Eu não fiz nenhuma sessão de pilates, fisioterapia nem nada disso, só ozônio. Estou para voltar a jogar tenis, inclusive, só preciso arrumar meu tempo 🙂

      Mas não sinto absolutamente nada de dor nem incômodo, corro as vezes e estou 100%.

      Não é lucrativo tratar com ozônio, pois ele cura e é barato, já a cirurgia custa uma nota, deixa sequelas e a chance de voltar e piorar é muito grande.
      Aproveite para assistir a esse vídeo:
      https://www.youtube.com/watch?v=YKc1FACnYJs que vai entender como funciona… As pessoas em geral pela medicina convencional são vistas como um gado uma peça que é tirado o máximo de lucro possível, quando não da mais simplesmente descarta.

      Eu nasci com um problema de fígado, descobri quando tinha 7 anos, Não tomo nenhum medicamento e tenho vida normal, porém se tivesse tratado com a alopatia, medicina convencional, muito provável que não chegaria aos 15 ou no máximo 18 anos de vida, hoje tenho 34.

      Do que precisar, pode contar comigo!!
      Abraço!

  • Melissa Ferrer Lambert

    Tales, MUITO obrigada por compartilhar!!! Já não sei mais o que fazer para parar com essa dor…:(

    • Olá Melissa,

      No que eu puder ajudar, pode contar comigo!
      Nunca mais tive nenhum tipo de problema ou dor ou incômodo, vida normal 😉
      Abraço!

  • Giovanni Neves Bortotti

    Boa noite. Fui diagnosticado com uma hérnia discal entre a L4 e L5, onde tive uma crise de dor aguda em novembro do ano passado. Assim, busquei vários médicos e comecei o tratamento convencional com anti-inflamatório e analgésicos. Houve uma melhora no quadro de crise da dor, entretanto os dois médicos que passei me indicaram que seria necessário realizar uma disectomia ou até mesmo uma artrodese. Cheguei até a marcar a cirurgia. Entretanto, li o seu relato e me identifiquei muito com seu caso, pois sempre fui ativo fisicamente (pois sou professor de educação física), sendo que não tive perca de sensibilidade e nem de força muscular. Consultei a ABOZ e me indicaram alguns contatos, onde encontrei um neurocirurgião que utiliza a técnica de ozonioterapia e estou prestes a realizar o tratamento. Entretanto, gostaria de saber se você ou outras pessoas que fizeram tal procedimento continuam com a melhora, ou se esta é momentânea ou permanente. Ainda não consegui ler relatos sobre a durabilidade desse procedimento, embora tenha visto suas ressonâncias (antes e depois)

    • Olá Giovanni,

      E permanente, o Ozônio age a nível molecular para curar, se entender como ele funciona vai ver que o processo é curativo. Como eu disse, não fiz uma sessão de fisioterapia, nem tomei medicamentos, pois não posso, faz muito mal ao meu fígado.

      Anti-inflamatório e analgésico só mascara o problema, passa o efeito e ai a dor volta, se isso é resolver um problema os médicos são totalmente burros. Quer dizer, se tem uma torneira pingando porque a borracha de vedação está gasta, então o melhor é colocar um copo, um balde em baixo ou trocar a borrachinha de vedação!?

      Em breve você vai poder correr e fazer tudo que sempre fez sem se preocupar 😉

      Isso não é milagre, é ciência de verdade e não essa enganação que só visa lucro.
      Cheguei até a comprar uma máquina de ozônio medicinal para mim, é que estudo muito sobre e pratico, tenho amigos médicos que me chamam até de terapeuta 😀

      Como eu disse, perdi sensibilidade da perna direta, no começo eu fiquei sem sentir, minha perna atrofiou pois fiquei usando mais a esquerda.
      Veja a foto em anexo, hoje faço isso e muito mais sem dor alguma 😉 https://uploads.disquscdn.com/images/2c758fb1ab855ef22f9026b9ecb67cf72d74b78b40e0df9a8f336a51c62a7dd4.jpg

      Porém tudo que fiz foi com busca em um automelhoramento, em tudo.. quando rompi parte do manguito jogando tênis, quando tive várias tendinites no tríceps, meu problema de fígado que já nasci assim, dentre outas coisas.. tudo me fez buscar meios para viver mais saudável, sem dor, sem nada, é como estou hoje 😉

      Grande abraço!

  • Denis André de Oliveira

    Boa tarde, Tales e a todos. Vim relatar aqui minha situação, eu tinha uma protusão discal na L5 S1 e um abaulamento na L4, isso em 2015. Agora em março de 2017 refiz a ressonância após uma nova crise depois do carnaval; Eu fiz 10 sessões de ozônio, estava sem remédios, tendo uma evolução muito boa dos movimentos, nadando, porém fiz uns exercícios de pilates que não me fizeram bem e na sessão dez de ozônio, já senti muita dor durante a injeção. Não sei o que fazer agora. Tive que tomar medicamentos tradicionais, anti-inflamatórios fortes, PACO, etc. Minha hérnia na L4 aparece no laudo como extrusa e migrada. https://uploads.disquscdn.com/images/ab0a99ffd45572587ca93b8f23c7f451073fc08a4b35b1e57d47242d26eb6b7e.jpg

    • Olá Denis,

      A sua é bem simples de resolver, nem pegou a raiz no nervo.
      Bom, como foram as aplicações? Para vertebral? Se foi, qual agulha foi usada e quantas GAMAS de ozônio foram usadas?
      As aplicações foram apenas de um lado da coluna ou em ambos?
      Para esses casos pode-se fazer para-vertebral usando agulha 25×7 ou 30×7 a 2cm da coluna vertebral. Isso é o que o protocolo de Madri diz!

      • Denis André de Oliveira

        Oi, Tales, foram bem, eu acredito que minha L5-S1 foi curada pelo ozônio, pois durante o tratamento eu comecei a conseguir fazer movimentos que antes era travados, sabe? Então sobre a L4, ela era abaulada antes, e agora com exercícios errados que fiz, houve uma fissura do disco, mas pelo que pesquisei nesses 2 anos, quanto maior a hérnia e a exposição do espaço epidural, maior chance de o corpo fazer fagocitose, estou fazendo a autohemoterapia mais vezes agora para estimular a fagocitose. Sobre a dosagem, olha, cheguei a aplicar 30 gamas de ozônio em 5ml. Acha que a minha L4 vai regredir rápido? Li que você comprou o gerador, tem usado como? Abraço!

        • Agora levei um susto, o médico aplicou 30 gamas de ozônio? Essa dose é muito elevada. eu fiz com 10, até 12, 14 é aceitável. E já foi muito discutido sobre isso, doses menores em mais quantidade é mais eficiente.

          Ainda não acredito que o médico aplicou 30 gamas em paravertebral, tem certeza que foi isso mesmo?

          Como tem feito AHT? quantidade de sangue aplicado e de quanto em quanto tempo?

          Minha máquina ainda não chegou, eu importei, já está no brasil, estou aguardando chegar. Mas não é barata, mesmo importando saiu uns 2 mil, mais 500 reais do cilindro de oxigênio.

          • Denis André de Oliveira

            Sim, eu fiz cinco sessões com 25 gamas e uma com 30 gamas. Foi muito dolorido. Posso te garantir, eu sempre perguntava sobre tudo. A autohemo eu sigo o protocolo do Dr Moura, a cada 5 dias eu faço 5 ml no músculo. Talvez eu faça uma sessão de ozônio com uma quantidade menor. de 10 gamas, essa semana, porque eu vi também que o protocolo era até 15, mas ELE é o médico, ainda estou bem torto para andar, essa fase é a pior! Será que a alfândega vai taxar? Se perguntarem a finalidade, vai ter que alegar que é pra higienização de ambiente.

          • A AHT pode fazer de 7 em 7 dias e não de 5 em 5. Eu já faço AHT a 14 anos. o protocolo do Luiz Moura é 10 ml de 7 em 7 dias.

            Sobre a máquina foi liberada sem tributação 😉

          • Denis André de Oliveira

            Tem razão!

      • Denis André de Oliveira

        Sim, foi seguindo o protocolo de Madri. 30×7 ambos os lados.

  • Alessandra Fiuza Rabha

    Boa tarde Tales.

    Preciso de uma ajuda, eu sofro síndrome fibromialgia.
    Você sabe me dizer se o tratamento de ozônio terapia, funciona ou melhora a fibromialgia?
    Quando descobri que tinha fibromialgia, fiquei desesperada. Comecei a fazer pesquisas na internet pois é uma doença crônica e no meu caso hoje, já se encontra no último grau da fibromialgia. Sei que não têm cura, mais necessito de ter uma qualidade de vida melhor, fiz um tratamento durante dois anos(Leme terapia) que consiste basicamente em manipulação com as mãos para atingir as camadas mais profundo dos músculos (sessões de 3 horas) direto em uma maca sendo manipulada com as mãos, manta térmica e um aparelho para amortecer as camadas dos músculos.
    Conclusão: muita dor, muito invasivo, porém tinha uma melhora.
    Hoje vivo procurando na internet qualquer outro tratamento para pelo menos aliviar minhas dores. Hoje estou impossibilitada de trabalhar com perícia marcada no INSS, pois não consigo mais levantar da cama para fazer nada, dói tudo os músculos e articulações, sem falar na depressão que a doença me causou e nas crises que tenho que suportar. HORRÍVEL.
    PODE ME PASSAR O CONTATO DO MÉDICO QUE CUIDOU DE VOCÊ.
    Moro no estado do Rio de Janeiro, na cidade de Angra dos Reis e não consegui esse tratamento no Rio.

    “Vivo um dia de cada vez”
    Desde já, obrigado.

    Alessandra Fiuza Rabha.

  • Diogo Henrique

    Boa Noite Tales! Tenho Protusão Discal L5-S1, faço pilates e sessõs de Osteopatia, mas não está resolvendo minhas dores na lombar. Até então não conhecia apenas conhecia a Cirurgia Minimamente Invasiva, mas não gostaria de fururamente passar por cirurgias. Vendo esse seu testemunho, me animei muito com seus resultados. Entrei em contato com ABOZ para ver os médicos associados em meu Estado (Paraná) e estou no aguardo do retorno. Me diz uma coisa, no caso de ozonoterapia, seria mais interessante procurar um ortopedista que seja especializado em ozonioterapia? No caso do Dr Geraldo Furtado Lamas, ele é ortopedista? Você não fez a intra discal pq seu médico não quis fazer ou não achou necessário? Desculpa pelas perguntas, sou totalmente leigo nesse assunto e estou buscando informações. Grato. 🙂

    • Olá Diogo,

      Você pode fazer com qualquer pessoa que saiba fazer aplicação, não precisa ser ortopedista ou neuro cirurgião. O Geraldo não é ortopedista.
      Eu não fiz intra-discal pois não encontrei ninguém no brasil que fazia, mas a para-vertebral resolve o problema, só precisa fazer mais vezes.

      De acordo com o protocolo de Madri sobre ozonoterapia, o ideal é aplicar doses menores mais vezes, se torna mais eficaz. Eu fiz com 10 gamas, tem médico lunático fazendo com 30 gamas, vai doer até a alma. Então quando for fazer, converse com o seu médico… e peça para seguir o protocolo de madri ou de cuba. E não ultrapassar 15 gamas.

      Abraço!

  • João Augusto

    Olá Tales, Boa noite! Foi através do seu relato que tomei coragem para fazer o procedimento com Ozonio. Eu comecei a pesquisar à pouco tempo e fiquei surpreso como esse tratamento tem ajudado tantas pessoas. A quatro anos atrás, passei por uma cirurgia na coluna lombar, tinha uma estenose e uma listese e o diagnostico foi a cirurgia, já que todos os tratamentos que fiz não surtiram efeito. A cirurgia foi um sucesso, mas infelizmente, após dois anos, surgiu uma hérnia de disco logo acima da cirurgia e desde então tenho passado por vários procedimentos com fisioterapia e Osteopatia, mas nada fez melhorar a dor. Felizmente através do seu relato eu estou fazendo as aplicações com o Dr. Geraldo Lamas em Juiz de fora. Minha melhora, já na primeira aplicação, foi notada. Esta semana fiz o sexto procedimento e minha melhora já chega a sessenta por cento. Deixo aqui o meu relato e o meu agradecimento. Se me permite deixo meu email para mais esclarecimentos. Um forte abraço e mais uma vez, Obrigado….João Augusto

    • Obrigado pelo testemunho… Eu tenho um grande prazer em poder ajudar!!
      Fiquei a vontade para deixar o seu email.

      Abraço!

  • Beth Paz

    Tales, bom dia. Só hoje conseguir entrar no teu site, só entendo um pouco de Facebook e wattsap e se mesmo assim tiver escrito no lugar errado me desculpa mais uma vez. Hoje vou deixar o resultado do meu último RX, continuo sentindo dores fortes no quadril e perna direita, no pescoço e meus ombros
    Não entendo porquê os médicos ainda não pediram uma ressonância magnética para analisar de onde vem tantas dores. De uns dias pra cá ando
    sentindo fraqueza na minha perna direita. Meu diagnóstico foi: Espondiloartose. Alteraçoes degenerativas das articulações interapofisárias inferiores. E tem mais algumas coisas que achei meio irrelevante, fora isso tenho fibromialgia em estado avançado.. Preciso da sua opinião sobre o ozonio ou outros tratamentos alternativos. Ando meio sem esperança … Grata.

    • Olá Beth,

      Sobre o ozônio pode te ajudar muito sim, mas provável que você tome medicações não é? E não deve ter uma alimentação sadia!
      Recomendo além do ozônio, fazer uso do MMS ou CDS, esse, ao contrário do ozônio, pode fazer uso contínuo.

      Como é sua alimentação e quais medicamentos você toma?

  • Maria De Fatima Da Silva Perei
  • Maria De Fatima Da Silva Perei

    boa noite tales,preciso falar com vc sobre ozonioterapia,obrigada

    • Olá Fátima,

      Cheguei a responder o seu email, mas se puder ajudar em algo mais e estiver ao meu alcance, ficarei feliz em poder ajudá-la!

      Abraço!

      • Maria De Fatima Da Silva Perei

        boa noite tales´,estou precisando da sua ajuda sim,eu sinto muitas dores no corpo todo vc pode me ajudar?muito obrigada eu vi o email sim mas não sei se vc viu minha resposta.boa noite

        • Não recebi sua responta, mas pode responder por aqui!!

          • Maria De Fatima Da Silva Perei

            bom dia tales.como eu falei sinto muitas dores,queria a indicação de um médico por favor.obrigada e bom dia.

          • Eu cheguei a lhe enviar um email, mas acho que não recebeu!
            Mas o contato do médico você pode pegar direto com a ABOZ, eles te passam uma lista, entre em contato aqui: https://www.aboz.org.br/contato/

          • Maria De Fatima Da Silva Perei

            obrigada tales,bom dia!

          • Maria De Fatima Da Silva Perei

            obrigada por me responder tales.boa noite

          • Maria De Fatima Da Silva Perei

            Obrigada tales.boa noite

          • Geraldine D. Zimbler Kuss

            O problema com Aboz e que eles dao o nome dos Medicos que fizeram o curso e que eventualmente vao fazer o tratamento, mas difficilimo e achar quem faca Intra-discal. Telefonei para a lista toda dos Medicos. ja achei uma Clinica aqui no Rio, CTI da Dor. Eles tem site, mas queria achar outros medicos (que fazem Intra Discal) para ter uma nocao de precos. Ja gastei bastante em sessoes de Ozonio aplicado nos pontos de Acupunctura, mas nao tive melhora significativa. Precisa para curar tres quase Hernias nos L,4,L5 S1 Importante de acordo com Ortopedista ter Raios X da coluna EM PE, de lado e DEITADO, de lado, dos dois lados, por causa da forca de Gravidade. So Ressonancia Magnetica nao mostra o que esta afetando os discos.

          • Olá Geraldine,

            Sobre a ressonância ela é bem mais precisa que raio X, no meu caso estava bem grave, nem precisava fazer outros testes.

            É complicado, médicos que querem lucrar ficar aplicando subcutânea que nada adianta. Deveriam fazer um curso ou deixar com quem entende e não ficar numa sangria eterna tirando dinheiro das pessoas. Tratar henia de disco com subcutânea é piada.

            Sobre a ABOZ é isso mesmo, mas é a forma que sei pra encontrar os médicos ou o povo que acha que sabe.
            Cada vez mais to ficando com nojo da raça médico. Só querem lucrar… Deveriam ser caçados e presos.

            Queria mesmo é mudar de planeta isso sim :/

          • Geraldine D. Zimbler Kuss

            Tales, queria muito o WhatsApp ou telefone ou e-mail do Dr. Geraldo que te tratou, acho que em algum lugar voce comenta que ele vem ao Rio De Janeiro, Meu Clinico geral me disse que as agulhas que ele usa atinge o Para Vertebral, mas ai partiu para uma dissertacao , acho que ele esta muito influenciado pela Acupunctura ( os pontos do Yi) e eu nao fiquei convencida ja que nao tive melhora. Gostaria de falar com seu medico.

          • O telefone fixo eu te passei.. Whatsapp eles tem, mas eu não sei qual é, mas é só ligar para o fixo que lhe passam 🙂

          • Geraldine D. Zimbler Kuss

            Obrigada falei com a clinica em Juiz de Fora. Obrigada.

          • Geraldine D. Zimbler Kuss

            Tales, boa tarde queria muito entrar em contato com Dr. Geraldo ai em Juiz de Fora, ja vi o telefone fixo da clinica, mas sera que ele teria um numero WhatsApp?
            Parece que voce comentou que ele vinha para o Rio de Janeiro, verdade isto? Sabe quando? Voce poderia me dar uma idea de quanto voce pagou cada sessao com ele? (Talvez por e-mail ). [email protected]

          • desculpe o atraso..
            Responde na pergunta abaixo!!
            Encontrei esse número, não tenho certeza se é o whatsApp da clínica: (32) 98898-8898

            Abraço!

          • Geraldine D. Zimbler Kuss

            A Ressonancia nao mostra como os ossos estao pressionando a coluna quando a pessoa esta em pe. Nem deitado de lado. Differente , complementa . Eu tambem estou com tres lugares onde o lauda da Ressonancia falou que tinha Hernia e o Ortopedista falou que precisava o Raio-X para ver o que estava acontecendo quando a gravidade pressiona a coluna, Entao sao 3 Discos protuberantes tocando o nervo Ciatica, danificou o nervo e devido a isto tem inflamacao e dor. Fiz Eletroneuromiografia tambem. Tem danos aos nervos na coxa direita .

  • Andre

    Putz.. To qse ha um ano com protusao discal na l5s1. Comecei com pontadas na coluna que foram piorando. Hj estou c o quadril deslocado para tras e tombado para a esquerda. Ja fiz fisioterapia, hidroterapia, quiropraxia, osteopatia, acupuntura tds praticamente sem efeito e estou neste exato momento aguardando para fazer a terceira injecao peridural, as duas primeiras nao fizeram efeito. Enquanto aguardo ser chamado, cheguei sem querer a este blog, nunca tinha escutado falar desta tecnica. Ja passei por 4 ortopedistas e 1 cirurgiao e ninguem comentou.. Tds as alternativas tendiam para a cirurgia. Vou procurar alguem que o faca aqui em salvador..

  • Rosana dos Santos

    Olá Tales, o meu esposo tem muita dor devido a hernia de disco , mas moramos em São Paulo, será que esse médico que tratou você, poderia me indicar algum médico bom por aqui?

    • Olá Rosana,

      Sobre os médicos, você pode entrar em contato direto com a ABOZ (https://www.aboz.org.br/contato/visitante/) que eles te fornecem uma lista completa com vários médicos. O Geraldo acho que não tem conhecimento de SP.
      Dê uma olhada nos comentários também, pois há pessoas de SP fazendo ou fizeram tratamento com ozônio.

      Abraço!

  • Mazinho Guimaraes

    Tales, tudo bom, meu querido? Tenho algumas perguntas: o gás ozônio desidrata o disco? Em casos de discos desidratados, isso implicaria na necessidade de futuramente fazer uma cirurgia na coluna? Qual sua altura e na época do tratamento qual era seu peso? Por que houve mudança no tamanho da agulha em seu tratamento e qual era o tamanho das agulhas? Quanto tempo tem que você fez o tratamento? Desde já agradeço. Abraço!

    • Olá Mazinho,

      Vamos por partes…

      – O ozônio reidrata o disco e não o contrário;
      – Respondido acima!
      – Tenho 1,84 e eu estava com 70kg
      – Houve mudança pois a subcutânea não aprofunda o suficiente para chegar próximo ao disco. Foi usada posteriormente uma agulha 25×7
      – Tem cerca de uns 2 anos, se não me engano e posso dizer que estou ótimo 😉

      Abraço!

  • Gill Bueno

    Tales todo esse sofrimento seu, parece minha vida contada, tenho hérnia, 3 na coluna, e travei em 2015 e de la pra ca tentando tratar sem remédio, porq sou alérgica e todos remédios fazem eu ir parar no plantão, precido muito achar um medico da região de Campinas sp. Agradeço pelo seu testemunho

  • kathe1503

    Bom dia! Estou conhecendo sobre o assunto agora, meu marido precisa com urgência fazer esse tratamento, pois a cirurgia dele é de Alto risco. Alguém sabe onde encontro o tratamento aqui no Rio de Janeiro?
    Esse de juiz de fora, alguém pode me passar o número de telefone?
    O custo do tratamento , qual seria uma média?
    Se puderem me ajudar agradeço de coração.
    Katherine

    • Olá Katherine,

      Sobre o Rio eu não sei lhe dizer, mas esse médico que me tratou vai ao Rio, não se se fazer aplicação ou dar palestra.. Vou lhe passar o telefone…
      Médicos no rio você pode encontrar no site da ABOZ, só entrar em contato: http://www.aboz.org.br/contato/

      Tel da clínica Vestha de Juiz de Fora: (32) 3217-0859

      Qualquer coisa que eu puder ajudar, estou a disposição!
      Abraço!

      • Geraldine D. Zimbler Kuss

        Obrigada,pedi (O numero) de novo mas agora ja vi o numero, muito obrigada !

    • Geraldine D. Zimbler Kuss

      Aqui no Rio De Janeiro existe o tratamento na clinica CTI (Clinica de Tratamento da Dor) em Leblon., Rua Carlos Gois. Cada injecao feito no Hospital via Videolaperoscopia custa $R2000,00 . Me disseram que as vezes e necessario fazer tres aplicacoes. Eu estava procurando algum lugar mais em conta . Meu Clinico Geral tambem faz o tratamnto nos pontos de Acupuntura mas demora bastante e eu estou quase sem poder caminhar, estou com tres discos prejudicados e o Ortopedista falou que este trtamento seria melhor do que operar.

      • Olá!

        Essa aplicação é intra discal?

        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Sim. Na Clinica da Dor sao intradiscais feito por um anastesista em Hospital.
          Meu Clinico Geral aplica nos pontos de Acupuntura para outras dores inclusivel para as minhas, mas nao esta surtindo o efeito tao rapidamente quanto desejado. O nome dele e Dr. Leoni Irrisbarren e ele fica na Zona Sul do Rio tambem em Leblon. O custo e bem em conta.

        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Alias tambem queria lhe agradecer por seu site. Foi um alivio ver que outras pessoas estao com as mesmas sintomas, lesoes que eu e se curaram. Custumo viajar muito ser ativa e estou parada , sem uma vida. Seu site me deu esperanca. Obrigada!

        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Sim! Gostaria de saber o comprimento da agulha que o medico usou para fezer o para vertebral?

    • Geraldine D. Zimbler Kuss

      O telefone do Dr. Geraldo Furtado Lamas e (32)3217-0839 Meu WhatsApp e 995555939
      Se quiser falar comigo passo os valores que paguei, e o que descobri ate agora no Rio. Tenho um problema de Coluna L4, L5, S1, que esta me impedindo de caminhar por causa da dor. Ja fiz muitos tratamentos em vao. Acabei consultando um dos melhores Ortopedistas do Brasil Dr. Deusdeth Nascimento e ele recomendou o Ozonoterapia se eu nao quisesse operar.

      • Lucio Amorim
        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Lucio , boa tarde. Dei os dados aqui. So telefonar para Clinica da Dor em Leblon ou para Dr. Leoni. Estou tendo difficuldade com Dr. Leoni porque ele nao faz o Ozonoterapia da mesma forma do Dr. Geraldo Furtado Lamas. Ele esta dando as injecoes nos pontos de Acunctura, Ele teria que fazer injecoes Para-vertebrais com agulha 25X7 como disse O Tales na testemunho dele. Eu ate agora nao decidi o que vou fazer proxima, ja fiz em torno de dez vezes subcutanea que nao resolveu nada, Vou falar com Dr. Geraldo Furtado Lamas que esteve aqui no Rio esta semana. estou com MUITA dor e quase nao consiga caminhar. Sou uma pessoa que adora viajar, caminhar, ativa! Tenho que achar uma cura. Exercisios nao estao resolvendo, inclusive proque a gente fica deprimida.

        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Lucio, talvez voce tenha mais sorte do que eu com Dr. Leoni Irribarrem em Leblon. Voce e home e ele e meio Machista. A secretaria se chama Renata. Ele e meu Clinico Geral ha muitos anos. Bom Medico. Eu quero que ele use a agulha que Tales mencionou, de 25X7 ou de 30X7 e que ele me fala se ele usa 10 gamas, protocolo Madrid. Porque eu fiz mais ou menos dez sessoes nos pontos de Acunctura e nao melhorou nadinha.Ele me falou que as agulhas que ele usa atinge Para-Vertebral. NAO me falou que comprimento eram. Vou partir para o tratamento Intra-Discal. Clinica da Dor,Rua Carlos Gois Leblon. Eu ja coloquei os telefones na conversa para as outras pessoas aproveitarem se quiser.

        • Geraldine D. Zimbler Kuss

          Lucio ,
          boa tarde!
          Meu Clinico Geral me mandou um e-mail dizendo que fara o tratamento com agulha 30X 7 igual a Dr. Geraldo Furtado Lamas. Para vertebral, com 10 gamas de Ozonio. O telefone dele (Clinico Geral) e 21-2259-0967 a clinica dele fica em frente do Metro Jardim d’ Alah. Eu vou marcar para fazer 12 sessoes e vamos ver!

  • Marcelo Garcia

    Olá Tales! Obrigado pelos detalhes… quanto mais específico, mais ajuda as pessoas a pensarem por si próprias… Vou comprar um kit enema, e gostaria de uma dica… vi que estudou gás ozonio, e comprou uma máquina. Vc usa ela para outros fins? Sei apenas “por cima” que é boa para várias situações. Agradeço muito!

    • Olá Marcelo,
      Sobre a máquina de ozônio uso para tudo relacionado a saúde!
      Em brave também estarei vendendo a máquina, mesma que eu uso, e vou ter o melhor preço do brasil.. Só aguardar 😉

      Se tiver alguma dúvida específica sobre o ozônio e eu souber responder, terei o prazer em lhe ajudar..

      Abraço!

  • Geraldine D. Zimbler Kuss

    Hoje vou no meu Clinico Geral Dr. Leoni Irribarren. Vou pedir para ele fazer como voce fez . As injecoes com agulha maior. Para Veretbral. Ja fiz nos pontos de Acunctura ,mais de dez vezes e nao tenho tido uma melhora significativa. Estou sem poder caminhar atualmente.

  • Geraldine D. Zimbler Kuss

    Dr. Helarf Feliz Rivas Dias faleceu este ano em Janeiro. Eu estava querendo ir para a clinica dele mas agora vou ter que pesquisar se continuam a fazer o mesmo tratamento la….Aqui ninguem faz igual. Bem mais complicado e tem que ser feito em Hospital. CTI da Dor aqui no Rio e o unico que achei, e o preco? Alto!

    • Olá Geraldine,

      Nossa :/ Sabe do que foi?
      A sessão foi e acho que ainda é 150 reais.. mas talvez dê para fechar pacote e ficar mais em conta.

  • Legran Sizervincio
    • Vou responder aqui para beneficiar outras pessoas.

      Sobre médico em Brasilia, tenho um amigo que mora lá e os preços são bem salgado.

      Indicação de um amigo que mora em Brasília:
      Clínica Queops Dr. Marcos Masini – Neurocirurgia – Brasília/DF
      http://clinicaqueops.com.br/neuro/

      Abraço!

  • Legran Sizervincio

    Tales conhece alguma clinica que trate em Brasilia ou Goiania ?

  • Daniel Diniz

    Tales sou mineiro mas moro em Belém – Para. Prazeroso depoimento, tb sinto dores e estava em pesquisas, estava vendo os chamados “bloqueios/infiltrações”, mas os depoimentos sempre são vagos e na maioria sem grande sucesso. Vou tentar a ozonioterapia, pelo q relata é o nossa melhor opção atualmente.

    • Olá Daniel,

      Ozônio é muito bom sim, mas procure um bom profissional!

      Abraço!

  • Lucas Ribeiro

    Será que a água ozonizado ou o azeite ozonizado serve para gastrite hérnia de hiato e refluxos Thales?

  • César Veiga

    Ola Tales, seu depoimento me encheu de esperança porque tambem jogo tenis e quase todos os médicos dizem que devo desistir do esporte, você pratica com frequencia sem sentir dor? vi que vc fez as aplicações semanais, como sou de belem eu precisaria fazer mensal, acha que consigo resultados positivos?

    • Olá,

      Acabei de responder ao seu email!
      Hoje não estou praticando, mas não porque não posso, mais por causa do tempo mesmo!!

      Sobre resultados, nunca vi nada parecido com o ozônio, parece milagroso 🙂

      Grande abraço!