Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Mais resultados...

Tudo que existe é energia, porém em diferentes “estados”, uma cadeira, uma pessoa, a água, o ar… uma planta, tudo é energia, se chegarmos a nível subatômico.

Os humanos ficam doentes, pois ocorre um desequilíbrio! Perdemos muitos elétrons e isso que faz com que adoeçamos. Caso haja um equilíbrio, nunca iremos adoecer e nem mesmo morreríamos. Por exemplo, respirar nos mantêm vivos, porém também está nos matando aos poucos, pois estamos perdendo elétrons e desequilibrando a “balança” de prótons, neutros e elétrons, ficando mais positivos, subatomicamente dizendo, em um desequilíbrio quântico.

Apesar de sermos todos da mesma raça, possuindo corpos com a mesma fisiologia, cada indivíduo é único, pois sofre muitas influências a todo instante de tudo que está à sua volta, ou seja, algo que faz bem ou mal para mim, pode agir de forma diferente para outra pessoa.

Voltando à parte subatômica, colocando que tudo são prótons (carga positiva), nêutrons (neutro) e elétrons (cargas negativas), é justamente esse desequilíbrio que faz toda a diferença em nossa saúde. A causa das doenças começa aqui! Desconsiderando a parte extrafísica, pois se for levar em consideração essa premissa, a doença se inicia bem antes de começar a se manifestar na parte física, chegando a nível subatômico. Porém não irei abordar essa parte aqui.

O Orin é um teste simples e milenar, muito conhecido em países orientais, se propondo de maneira simples a “medir” se algo faz bem ao mal para uma pessoa. Quando eu digo “algo” estou me referindo a tudo, alimentos, líquidos, celular, cadeira, planta, pulseira, relógio… É possível testar tudo.
Na verdade o Oring Test vai muito além de testar se algo faz bem o mal para uma pessoa, ele pode detectar doenças bem antes delas se manifestarem, detectar parasitas, detectar se algum órgão não está funcionando como deveria e muito mais! É possível testar exatamente tudo que se possa imaginar em termos de saúde, e como prevenção de doenças ele é fantástico. Não irei detalhar todos os tipos de utilizações, apenas uma mais simples que pode ser usada até por uma criança.

Existem cursos voltados para a área médica que estende o funcionamento do Oring Test para diagnósticos médicos. Sinceramente é algo que deveria ser usado como regra, mas vai de encontro com a medicina ortodoxa e sabemos o quanto não é lucrativo manter as pessoas saudáveis. Os defensores da alopatia, como sempre, irão dizer que isso não funciona, não presta e não querem saber do que se trata. Mais ignorância do que isso, só dois disso, não!?

Considerando que tudo é energia, quando você segura algo que rouba elétrons de você, isso acaba enfraquecendo o seu campo energético, ou melhor dizendo, o seu campo eletromagnético. Quer dizer que esse “algo” que segurou está roubando seus elétrons, está fazendo mal a você, está te adoecendo.

Nesse caso, usando o Oring Test é possível testar tudo que existe no mundo material e saber se tal coisa está te prejudicando ou não.

Se você vai a um alergista e faz alguns testes, será que ele consegue determinar se algum tipo de roupa faz bem ou mal para você? O calçado que usa, consegue testar todas as plantas que existem no universo? Meio complicado, não é?! Com o Oring test isso se torna possível e muito simples!

Funcionamento do Oring Test

Com a mão que você NÃO escreve – a sua mão que não é dominante – segure o que deseja testar, e com a mão que você escreve – mão dominante – irá unir as pontas dos dedos (polegar e indicador), criando um elo com esses dois dedos. Peça para que uma pessoa faça dois elos (com o polegar e indicador, um em cada mão) e encaixe cada elo dentro do seu elo e tente puxar, abrir o seu elo puxando os cotovelos em lados opostos.
Veja as imagens abaixo como ilustração:
Imagem 1, formação do elo:

Imagem 2, realizando o oring test:

Caso o que estiver segurando faça mal para você, esteja te roubando elétrons, você poderá fazer toda força que for para tentar manter a ponta dos dedos unidos que não conseguirá. Caso o que esteja segurando doe elétrons para você, pode chamar um marombeiro para tentar abrir seus dedos que não irá conseguir.
Testem vocês mesmos e vejam os resultados, assim saberão o que realmente faz mal ou bem para vocês.

Há cursos de Oring test que infelizmente são exclusivos para médicos. Acho que todos já sabem como funciona a medicina da doença, algo simples assim é um grande rombo nos lucros das indústrias farmacêuticas e dos médicos medíocres.

Existem muito mais opções de diagnostico, dá para testar todos tipos de doenças, se a pessoa possui algum parasita, verme, que tipo é… Se tem alguma deficiência de nutriente… e por ai vai.

Observação: Há certas coisas que fazem mal para você naquele momento, mas podem não fazer depois, ou vice-versa, por isso é bom sempre testar.

Deixo aqui meu agradecimento a Dra. Elizete Kaffer que foi quem me ensinou essa técnica, me deu uma semente de conhecimento para que eu a germinasse e buscasse por mais conhecimento sobre o assunto, muito obrigado!

Fontes:
– http://www.ambbdort.org.br/bdort.html
– http://www.bdort.org/

Categorias: Saúde