Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Mais resultados...

Depois do sucesso em que um grupo de entusiastas conseguiram rodar o Netlix no Ubuntu através de customizações nas configurações do Wine, em que utiliza-se uma junção do Firefox para Windows junto com o Silverlight – programa responsável pela reprodução dos vídeos da empresa Netflix para a plataforma desktop –, um outro projeto surgiu e muito mais interessante.

O projeto Pipelight propõe algo mais sério e mais interessante, a criação de uma biblioteca que proporciona rodar qualquer aplicação dependente do Silverlight. A grande procura e utilidade para esse projeto está na execução do Netflix diretamente nos browsers nativos para Linux.

De acordo com o projeto, o Pipelight consiste de duas partes: uma biblioteca Linux que é carregada no navegador e um aplicativo (pluginloader.exe) do Windows iniciado pelo Wine. Esse plugin simula um navegador e carrega as DLLs do Silverlight. Quando você abre uma página com um aplicativo Silverlight, a biblioteca Linux enviará todos os comandos para o navegador, proporcionando o funcionamento direto nos navegadores nativos para Linux.

O mais interessante é, que para o usuário tudo é feito de forma transparente, e o que acontece está na execução das aplicações no Silverlight como se estivesse no Windows, e o melhor, tudo de forma rápida e sem lag’s.

Vejam um exemplo do Netlix rodando em meu Firefox:
Netflix nativo no Linux - Firefox

E agora rodando no navegador Chrome:
Netflix rodando nativo no Linux - Chrome

No site do projeto ensina como instalar o Pipelight no Ubuntu e derivados, como também compilá-lo – servindo para qualquer distribuição. Irei deixar aqui apenas o procedimento de instalação no Ubuntu, para quem tiver outra distro que não seja Ubuntu ou derivada dela, procure informações no site de como proceder com a instalação.

*OBS.: Em recomendação do próprio projeto, pede-se para manter os navegadores fechados durante a instalação. Não é necessário instalar o Mono ou Gecko

Abra o terminal de comando com [CTRL+ALT+T] e digite o seguinte comando abaixo:

sudo su
apt-add-repository ppa:ehoover/compholio && apt-add-repository ppa:mqchael/pipelight && apt-get update && apt-get install pipelight


*OBS.: Ocorreu uma troca nos repositórios, remova-os, como também o aplicativo pipelight e diretório de configuração antigo para adição de novos. Adicionado em 9/5/2014

rm -rf ~/.wine-pipelight
sudo apt-get remove pipelight && sudo add-apt-repository --remove ppa:mqchael/pipelight && sudo add-apt-repository --remove ppa:ehoover/compholio

*Adicionando os novos repositórios e instalando o PipeLight.

sudo add-apt-repository ppa:pipelight/stable && sudo apt-get update && sudo apt-get install --install-recommends pipelight-multi && sudo pipelight-plugin --update

*Ativando o plugin do SilverLight.

sudo pipelight-plugin --enable silverlight

Tecle Y para aceitar a ativação do plugin.

*Opcional: Após instalado, abra o seu navegador Firefox, digite na barra de endereços about:plugins e veja que o Silverligh agora aparece como opção.

Plugin do Silverlight no Linux - Chrome

Existe um pequeno problema, não basta apenas instalar o Silverlight, os navegadores, caso sejam para Linux, são configurados para rejeitar uma aplicação com Silverlight. É feita uma verificação antes de abrir a aplicação. Para sanar esse problema, basta enganar o programa fazendo-o achar que está acessando o Firefox do Windows, por exemplo.

Baixe e instale o add-on User Agent Firefox para o navegador Firefox. Após a versão 35, o Chrome parou de suportar plugins, como o Silverlight, então essa extensão de nada valerá.

Habilite seu add-on e escolha e opção “Windows / Firefox” – escolha a última versão.

Firefox:
User Agent Firefox

Fonte pesquisada e site do projeto Pipelight:
http://fds-team.de/cms/articles/2013-08/pipelight-using-silverlight-in-linux-browsers.html